Lançamento da 7ª Edição do Manual de Psicologia Jurídica para operadores do Direito

É com satisfação que informamos o lançamento da 7ª edição do Manual de Psicologia Jurídica para operadores do Direito, do Prof. Jorge Trindade.

“Estando a edição anterior completamente esgotada há mais de um ano, e atendendo a solicitação de nossos estimados leitores, operadores do direito, das ciências sociais e da saúde mental, alunos e professores, estudiosos ou iniciantes nos temas de Psicologia Jurídica, publicamos esta nova edição, mantendo inalterado nosso propósito central: aproximar Direito e Psicologia, instaurando um novo olhar sobre fenômenos não raras vezes ainda muito distantes entre si.
Reconhecemos que sem idealismo teria sido impossível trilhar por esse caminho “errante” que não se faz nem por um aqui nem por um ali, mas por um “entre”. ask the dust Entre a Psicologia e o Direito. Uma forma de não-estar nem cá nem lá, para simultaneamente poder criar um novo território epistemológico, inaugurando uma maneira de estar que é própria da Psicologia Jurídica, ou, como agora preferimos nomear, a Psicologia Forense.
Reafirmamos, outrossim, o propósito de que se trata de uma obra em permanente construção e aperfeiçoamento, reconhecendo as limitações impostas pelo que é sempre novo e infinitamente vasto, o conhecimento humano, frente ao qual recebemos a graça da eterna aprendizagem. domain abuse . Como já delineado pela maiêutica socrática, se o saber é infinito, somente reconhecendo que nosso conhecimento é mínimo, poderemos aspirar ao saber verdadeiramente máximo.
A utopia faz o mundo girar e o futuro da Psicologia Jurídica/Forense pode ter muitos nomes. Como disse Vitor Hugo, (…) “para os fracos poderá se chamar o inalcançável. Para os temerosos, será o desconhecido. Para os valentes é a oportunidade”.

 

Psicologia Juridica 7ª ed. CAPA

Nenhum comentário

Deixe um recado

Mensagem